Mundo Financeiro

Eba! Conquistou a aprovação no CFP®!

Enfim chegou um dos dias mais esperados da sua carreira: o resultado da prova CFP®. Passou!

E agora? Já pode se considerar CFP®?

Ainda não! Mas falta bem pouco!

No artigo de hoje vamos te contar de forma detalhada o que fazer após receber o resultado positivo e como, de fato, se tornar um profissional CFP®. Continue sua leitura!

Aprovação no CFP®

Se você passou em todos os módulos, no dia da divulgação do resultado oficial do exame que prestou (ou do último exame que fez, caso esteja prestando de forma modular), você receberá via e-mail as orientações do segundo passo que você deverá dar: a comprovação da experiência e do ensino superior completo.

Você terá até determinada data para enviar tudo o que é pedido para fazer o seu credenciamento:

  • Modelo de currículo profissional;
  • Carteira de trabalho onde consta entradas e saídas das experiências que deseja comprovar;
  • Contrato Social – quando proprietário ou sócio;
  • Comprovante de curso superior (frente e verso);
  • RG, CPF ou CNH (frente e verso).

Importante!

Caso não queira submeter os documentos naquele momento, você pode esperar uma próxima abertura do sistema, que sempre vai ocorrer após algum exame. Lembre-se de que ao submeter os documentos você estará se credenciando à Planejar. Com isso, você começa a pagar a anuidade. Atualmente o valor é de R$ 875,00 e você pode dividir até 5x no cartão de crédito.

Mas cuidado, você tem até 2 anos para enviar tais documentos. Se passar disso e não os tiver submetido, você terá que fazer uma nova prova.

Ainda não tem a experiência ou ensino superior completo?

Se você obteve a aprovação no CFP, mas ainda não concluiu o ensino superior ou não tem experiência profissional, não tem problema.

Após ter passado na prova, a Planejar inicia a contagem de 2 anos para que você comprove os pré-requisitos.

  • Conclusão do ensino superior completo;
  • Experiência profissional

Ensino Superior Completo

A partir do 27º Exame de Certificação CFP®, a Planejar passou a exigir a comprovação de ensino superior completo. Ou seja, você precisa comprovar que concluiu a graduação de qualquer curso reconhecido pelo MEC por meio do envio do diploma.

Como dito acima, a partir da aprovação, você tem até 2 anos para fazer essa comprovação.

Experiência Profissional

Após conquistar a aprovação no CFP®, você também deve comprovar experiência profissional no relacionamento direto com clientes pessoas físicas em uma ou mais áreas do escopo da cerificação. Ou seja, em planejamento financeiro, em gestão de investimentos, em planejamento da aposentadoria, em gestão de riscos e seguros, em planejamento fiscal e em planejamento sucessório.

Essa experiência deve ser de 3 anos sem supervisão ou  1 ano com supervisão.

  • Sem supervisão

Se você tem os 3 anos sem supervisão, basta anexar uma cópia das páginas da carteira de trabalho em que apresenta as experiências que você quer comprovar.

Mas, caso tenha atuado como sócio ou proprietário, é preciso enviar cópia do contrato social.

  • Supervisão

De acordo com o Guia da Experiência Supervisionada, o objetivo da supervisão é compartilhar conhecimentos, habilidades e atitudes de um profissional que já é CFP® para aquele que está iniciando a sua carreira.

Essa supervisão é concluída após 1 ano de prática supervisionada. Além disso, de acordo com a Planejar, o supervisor e o supervisionado devem ter, pelo menos, 1 reunião a cada trimestre. Tudo isso deve ser reportado trimestralmente e também no final do processo, junto com o formulário da Planejar.

Também, outro aspecto importante a ser ressaltado é que o profissional que está sob supervisão deve ter a oportunidade de praticar pelo menos 2 dos 6 elementos do escopo do CFP®.

E quem será o supervisor?

Deverá ser um profissional CFP® que segue todos os conhecimentos descritos no Perfil de Competências do Planejador Financeiro da Planejar.

Além de ser certificado CFP®, ele deve estar em dia com a sua certificação e supervisionar simultaneamente, no máximo, 3 profissionais.

Como encontrar um supervisor?

De acordo com o setor de certificações da Planejar, eles não indicam supervisores, mas oferecem em seu site a relação completa de profissionais CFP®s.

Dessa forma, basta escolher o profissional, fazer contato e verificar a possibilidade de ele ser o seu supervisor.

Importante!

Orientamos que confira o Kit da Experiência Supervisionada da Planejar para ter acesso ao Guia do Supervisionado, Guia do Supervisor, bem como acordo de supervisão e modelo de relatório.

É isso aí!

Se tiver mais alguma dúvida, entre em contato com a Planejar por meio do e-mail planejar@planejar.org.br

 

Artigo atualizado em 07/12/2021

Mundo Financeiro

Ver todos os posts

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *