Sabe como calcular a volatilidade no Excel?

“Esse fundo tem performado muito bem e tem uma VOL baixa…”

Você já deve ter ouvido a seguinte frase, não é? Mas o que significa?

A volatilidade, mais conhecida como VOL pelos mais “chegados”, é uma medida de risco de mercado de um fundo, uma carteira, uma ação ou qualquer ativo financeiro.

Mas o que realmente representa essa medida chamada volatilidade?

A volatilidade é quanto um ativo flutua em termos de valor ou de retorno no dia a dia.

Imagina um fundo de investimento que todos os dias tem uma valorização de 0,001%, como é o caso de um fundo DI. Ele tem uma volatilidade muito próxima a zero. Isso porque sabemos que dia após dia ele vai se valorizar um pouquinho. No entanto, o que acontecerá é totalmente previsível.

Um fundo como este tem uma volatilidade muito próxima a zero.

Agora, pega uma carteira de ações e calcula a volatilidade dessa carteira. Você vai ver que em alguns dias essa carteira sobe fortemente. Porém, em outros ela cai desesperadamente e, em outros, ela anda “meio de lado”.

Ou seja, o grau de previsibilidade do que acontecerá com o retorno da carteira é muito baixo, ou seja, não dá pra saber. Dessa forma, a volatilidade dessa carteira é muito mais alta do que do fundo DI.

A importância da volatilidade

E por que que isso é tão importante na escolha de um investimento tanto para você ou para um cliente que você atende?

Porque os clientes têm diferentes níveis de tolerância ao risco. Além disso alguns deles, vendo a sua carteira perder um determinado valor em um dia, uma semana, ou um mês, vão querer resgatar todo esse investimento com resultado desastroso tanto para ele como investidor, quanto para você que indicou aquele investimento para ele.

Classes de ativos

Renda fixa, pós-fixada, renda fixa prefixada, fundos de ações, fundos multimercados vão possuir volatilidade diferentes e dentro da mesma classe de ativos.

  • Carteiras mais arriscadas, ou seja, com VOL mais alta;
  • Carteiras menos arriscadas, ou seja, VOL mais baixa.

Como calcular a volatilidade no Excel?

Diante disso, fiz um vídeo mostrando como calcular a volatilidade no Excel.

Neste vídeo, eu ensino como se calcula a volatilidade de uma classe de ativo ou várias classes de ativos utilizando o desvio padrão do Excel.

Vale lembrar de que, ao fazermos isso estamos calculando o risco total dessa classe de ativos também chamado de sigma. Em futuros vídeos analisaremos o cálculo do risco sistemático dessas carteiras, o conhecido Beta.

Espero que você curta a explicação e fique à vontade para comentar ou tirar dúvidas, combinado?

 

Se quiser baixar a planilha que usei no cálculo, é só clicar aqui.

Fonte

As informações utilizadas nesse conteúdo sobre Volatilidade foram retiradas do Economática, que é uma ferramenta paga para análise de ações e fundos.

 

NOVIDADE! 

Curso ao vivo – Asset Allocation: montando a carteira ótima

Conheça o curso ao vivo Asset Allocation.

Um curso único no mercado que fala sobre produtosprocesso de composição de carteiras, como driblar desafios do mercado financeiro e muito mais!

Felipe Garrán

Sou investidor no mercado financeiro há mais de 20 anos. Além disso, sou professor de finanças na FIA Business School, onde coordeno cursos de pós-graduação e MBA.
Fiz mestrado e doutorado na USP. Em quê? Advinha: Finanças.
Amo ensinar e sou apaixonado por novas tecnologias e métodos de ensino.

Ver todos os posts

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Felipe Garrán

Sou investidor no mercado financeiro há mais de 20 anos. Além disso, sou professor de finanças na FIA Business School, onde coordeno cursos de pós-graduação e MBA.
Fiz mestrado e doutorado na USP. Em quê? Advinha: Finanças.
Amo ensinar e sou apaixonado por novas tecnologias e métodos de ensino.