Mundo Financeiro

É de outra área e quer entrar no mercado financeiro?

Conheça as dicas para quem quer entrar no Mercado Financeiro

Hoje falaremos sobre um assunto que é carregado de dúvidas, mas aqui vai algumas dicas para quem quer entrar no mercado financeiro.

É possível uma migração ao segmento bancário?

Inicialmente, devemos olhar o contexto com os pés no chão. O mercado financeiro é visto de uma forma muito “míope” por alguns profissionais de outras áreas, que enxergam como um segmento de altos ganhos e sendo uma atividade glamourosa, sem ônus.

O profissional que opta em fazer este processo deve estar disposto a compreender os desafios do cenário, encarar as necessidades de conhecimentos e qualificações como as certificações e, acima de tudo, comprar a ideia de que terá desafios imensos em qualquer área que esteja.

O segmento financeiro é totalmente movido a alta performance.

Uma dica é procurar colegas que ocupam vagas parecidas com a que você pretende buscar, para compreender quais passos prioritários devem ser dados, além de conversar com pessoas próximas que tenham atuado ou atuam no mercado financeiro e claro, pesquisar em todas as fontes de informações.

10 palavras-chave para compreender esta transição para o mercado financeiro:

Em primeiro lugar: dedicação.

O processo de transição exige muito esforço para ganhar conhecimento e buscar por todos os canais existentes.

Mas todo esse esforço precisa estar atrelado a nossa segunda palavra: relacionamento. As pessoas que atuam no mercado financeiro serão fundamentais para indicações, conselhos, até mesmo para inspirar sua busca.

Além disso, como quase tudo na vida, é preciso ter paciência, nossa terceira palavra. Nada tem sido rápido, com este processo não é diferente.

A quarta palavra é inteligência. Otimize buscas ao informar-se sobre regras das instituições sobre as vagas que são de seu interesse. Por exemplo, se há limitador de idade, perfil específico, etc.

Essas buscas todas devem ter ritmo. A busca deve ser incessante, logo não há espaço para oscilações na intensidade das buscas.

Pode ser que seja bem cansativo no início, por isso e importante ter resiliência. Não cair no abatimento pelos “nãos” é fundamental. Lembre que o mercado financeiro é cheio de bons profissionais buscando recolocação.

Para que tudo seja mais fácil, a criatividade é uma boa aliada. Não fique apenas nas formas tradicionais de busca, use e abuse de eventos regionais, workshops e tudo que promover conhecimento e possibilidade de network.

Necessário em qualquer profissão, nossa oitava palavra é foco. Não queira entrar por qualquer porta. Mapear exatamente o perfil mais aderente, fará que as respostas do mercado sejam melhores.

Atualmente as Fake News têm sido um grande problema difícil de resolver, por isso é necessário filtrar as informações. Não acredite em tudo que ouve sem checar fontes. Em um processo de transição não faltarão adversários ocultos, que trarão a você informações desencontradas e que podem arruinar sua estratégia.

E, por fim, para que tudo faça sentido e funcione, é preciso uma estratégia. A principal parte deste processo: sem um plano de ação, todas os seus esforços podem ser infrutíferos. Estabeleça o passo-a-passo e se necessário busque profissionais que possam auxiliar nisso.

Dedique-se e estude para conseguir certificados

Em qualquer profissão existe algum certificado para alavancar a carreira, certo? No mercado financeiro não é diferente. Aliás, nesse segmento existem três certificações fundamentais para quem deseja atuar na área.

Elas são: ANCORD, CEA e CFP. A diferença entre elas vai além do conteúdo e dificuldade da prova, e cada uma serve para uma determinada atividade do mercado. No entanto, é vital que o profissional obtenha as três certificações.

E aí, não desistiu desta conquista, certo? Então corra atrás e lembre-se que nunca é tarde demais para fazer o que ama.

Você também irá gostar

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.