Olá, colegas do Mundo Financeiro, hoje falaremos sobre um assunto que é carregado de dúvidas, mas que será abordado de uma forma leve e com muita objetividade.

É possível uma migração ao segmento bancário?

Inicialmente, devemos olhar o contexto com os pés no chão. O segmento financeiro é visto de uma forma muito “míope” por alguns profissionais de outras áreas, que enxergam como um segmento de altos ganhos e sendo uma atividade glamourosa, sem ônus. O profissional que opta em fazer este processo deve estar disposto a compreender os desafios do cenário, encarar as necessidades de conhecimentos e qualificações como as certificações e, acima de tudo, comprar a ideia de que terá desafios imensos em qualquer área que esteja. O segmento financeiro é totalmente movido a alta performance.

Uma dica é procurar colegas que ocupam vagas parecidas com a que você pretende buscar, para compreender quais passos prioritários deve dar, além de conversar com pessoas próximas que tenham atuado ou atuam e claro, pesquisar em todas as fontes de informações.

10 palavras-chave para compreender esta transição:

Dedicação – Processo de transição exige muito esforço para ganhar conhecimento e buscar por todos os canais existentes.

Relacionamento – Pessoas que atuam na área serão fundamentais para indicações, conselhos, até mesmo para inspirar sua busca.

Paciência – Nada tem sido rápido, com este processo não é diferente.

Inteligência – Otimize buscas ao informar-se sobre regras das instituições sobre as vagas que são de seu interesse (exemplo: se há limitador de idade, perfil específico, etc.);

Ritmo – A busca deve ser incessante, logo não há espaço para oscilações na intensidade das buscas.

Resiliência – Não cair no abatimento pelos “nãos” é fundamental. Lembre que está em meio a um mercado cheio de bons profissionais buscando recolocação.

Criatividade – Não fique apenas nas formas tradicionais de busca, use e abuse de eventos regionais, workshops e tudo que promover conhecimento e possibilidade de network.

Foco – Não queira entrar por qualquer porta. Mapear exatamente o perfil mais aderente, fará que as respostas do mercado sejam melhores.

Filtro – Não acredite em tudo que ouve sem checar fontes. Em um processo de transição não faltarão adversários ocultos, que trarão a você informações desencontradas e que podem arruinar sua estratégia.

Estratégia – E por fim exatamente ela, a principal parte deste processo: sem um plano de ação, todas os seus esforços podem ser infrutíferos. Estabeleça o passo-a-passo e se necessário busque profissionais que possam auxiliar nisso.

E aí, não desistiu desta conquista, certo? Vamos colocar tudo em prática e aproveitar esta reta final de ano para conquistar o emprego dos sonhos ou até mesmo, arrumar a casa para começar 2019 a todo vapor.

Vamos juntos, até a próxima semana.

Ronaldo Cerqueira

Consultor de Carreiras Especialista em Mercado Financeiro | Uma Vida dedicada aos Bancos | Paixão por Finanças e Pessoas
www.ronaldocerqueira.com

Ver todos os posts

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *