O Enterprise Value é a soma do valor de mercado das ações de uma companhia com a dívida líquida dessa empresa.

O valor de mercado da empresa é obtido ao multiplicar o número de ações emitidas dessa empresa pelo preço da ação em determinado momento.

Já o valor da dívida líquida é obtido subtraindo-se da dívida total da empresa (o capital de terceiros) o caixa disponível. E o caixa disponível é obtido pela soma dos valores do caixa mais as aplicações financeiras de curto prazo.

Exemplo: considere uma empresa que tem 10 milhões de ações emitidas, e que estão sendo negociadas a R$ 10 por ação em determinado momento. A partir dessas informações, concluímos que o valor de mercado da empresa é de R$ 100 milhões.

Considere ainda que essa companhia tem uma dívida de R$ 50 milhões. Já a soma do caixa mais aplicações de curto prazo totalizam R$ 20 milhões. A dívida líquida da empresa é, portanto, de R$ 30 milhões.

Logo, o Enterprise Value da empresa é de R$ 130 milhões (R$ 100 milhões de valor de mercado + R$ 30 milhões de dívida líquida).

Felipe Garrán

Sou investidor no mercado financeiro há mais de 20 anos. Além disso, sou professor de finanças na FIA Business School, onde coordeno cursos de pós-graduação e MBA.
Fiz mestrado e doutorado na USP. Em quê? Advinha: Finanças.
Amo ensinar e sou apaixonado por novas tecnologias e métodos de ensino.

Ver todos os posts

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Felipe Garrán

Sou investidor no mercado financeiro há mais de 20 anos. Além disso, sou professor de finanças na FIA Business School, onde coordeno cursos de pós-graduação e MBA.
Fiz mestrado e doutorado na USP. Em quê? Advinha: Finanças.
Amo ensinar e sou apaixonado por novas tecnologias e métodos de ensino.