Vamos falar sobre Seguro de Vida e Plano de Previdência?

Hoje vamos falar de dois instrumentos fundamentais no planejamento sucessório de uma família. Além disso, são sempre assuntos de prova: seguro de vida e plano de previdência.

Embora tenham características diferentes, ambos têm em comum características importantes. Além disso, muito úteis na hora de distribuir patrimônio.

Vamos a elas?

Planejamento Sucessório: Seguro de Vida e Plano de Previdência

Características

1. Livre Indicação de Beneficiário

A primeira refere-se a livre indicação de beneficiário.

Mas o que isso significa?

Se você fizer uma apólice de seguro de vida ou contratar um plano de previdência, vai poder indicar quem quiser para receber o valor da indenização do seguro no caso de sinistro ou o valor acumulado durante a contribuição para o plano no caso do falecimento do titular.

E qual a vantagem?

Isso possibilita, por exemplo, que alguém que não é seu herdeiro necessário (seus filhos, seu cônjuge, seus pais) possa receber uma parte do seu patrimônio sem que isso seja feito por meio de testamento.

Mas nesse caso, a gente precisa lembrar que essa transmissão de patrimônio não pode ofender a sucessão legítima. No mínimo 50% do patrimônio, por lei, tem que ser destinado aos herdeiros necessários. O valor transmitido não pode ser maior do que 50% do patrimônio total da pessoa.

2. Não entram no Processo de Inventário

Além disso, outra vantagem dos planos de previdência e seguro de vida: eles não entram no processo de inventário.

O inventário é um processo demorado e só depois que ele é concluído os bens podem ser distribuídos aos herdeiros.

Nesse meio tempo, a família da pessoa que faleceu pode precisar de recursos para se manter, ou mesmo para pagar os custos do inventário. O valor recebido via seguro ou plano de previdência dá liquidez imediata à família, eliminando uma preocupação em um momento tão difícil.

3. Não obrigatórios na Quitação de Dívidas

O fato de o seguro e plano de previdência não entrarem no inventário faz com que eles não precisem ser obrigatoriamente usados para quitar eventuais dívidas da pessoa que faleceu.

Tudo que estiver em inventário será destinado à liquidação de dívidas, se elas existirem no momento do falecimento. Portanto, o seguro de vida e o plano de previdência são ótimas ferramentas de transmissão de patrimônio no caso de o proprietário dos bens estar endividado.

Certificado CFP®

CFP é um certificado internacional de distinção destinada aos profissionais que desejam atuar como Planejadores Financeiros e, também, aqueles que almejam ter um selo de qualidade junto a sua profissão no mercado financeiro.

De acordo com a Planejar, em relação ao posicionamento dos orgãos de regulamentação, ela tem caráter voluntário. Porém, é importantíssimo enfatizar que, de acordo com o Código da Anbima, a partir de 2016 foi estabelecido que, no mínimo, 75% dos gerentes de relacionamento do segmento private banking de instituições afiliadas à Anbima deveriam ser certificados CFP®

Planejamento Sucessório é um dos temas dominados pelo Planejador Financeiro . Isso porque essa questão é fundamental no Processo de Planejamento Financeiro.

Saiba mais sobre o exame do CFP® e também sobre o nosso Preparatório on-line CFP®.

Eduardo Tavares

Sou sócio-fundador do Mundo Financeiro, especialista em Design Instrucional. Além disso, sou professor de Finanças na FIA Business School. Fiz graduação em jornalismo na ECA-USP, e pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking na FIA. Como jornalista, trabalhei com cobertura de Finanças e Economia nos sites Exame.com, Infomoney e no blog de Finanças do Ângelo Pavini.

Ver todos os posts

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eduardo Tavares

Sou sócio-fundador do Mundo Financeiro, especialista em Design Instrucional. Além disso, sou professor de Finanças na FIA Business School. Fiz graduação em jornalismo na ECA-USP, e pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking na FIA. Como jornalista, trabalhei com cobertura de Finanças e Economia nos sites Exame.com, Infomoney e no blog de Finanças do Ângelo Pavini.

Fale agora via WhatsApp whatsapp