Circuit Breaker a interrupção das negociações de ativos na B3 devido a uma desvalorização muito brusca dos ativos. 

Sim, é um momento atípico que tem como referência a cotação do Ibovespa, ou seja, o principal índice de ações do mercado financeiro.

O Circuit Breaker é acionado em 3 fases:

1ª fase

Se o ibovespa cair 10% em relação à cotação de fechamento do pregão anterior, as negociações são interrompidas por 30 minutos.

2ª fase

Se após esses 30 minutos houver queda de 15%, as negociações são interrompidas por 1 hora.

3ª fase

Se na reabertura, as negociações caírem 20%, as negociações são novamente interrompidas e, nesse caso, a B3 definirá o tempo dessa interrupção.

Importante!

O Circuit Breaker não pode acontecer nos 30 minutos finais de negociação do dia do pregão.

Mas se houver necessidade de acioná-lo na última hora do pregão, o horário de fechamento será prorrogado em, no máximo, 30 minutos.

Conheça os momentos em que o Circuit Breaker foi acionado:

1997 – Crise asiática

1998 – Crise russa

1999 – Desvalorização do Real

2008 – Crise Financeira

2017 – Delação da JBS

2020 – Pandemia do COVID-19

Mundo Financeiro

Ver todos os posts

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *