Você sabe quem são os principais envolvidos na indústria de fundos de investimento?

No artigo anterior, iniciei nosso papo sobre esse tema, mencionando o que são fundos de investimento. Além disso, falei da importância em relação ao entendimento desse assunto. Então, se você não leu, é só clicar aqui para conferir, combinado?

Hoje, vamos continuar falando sobre esse tema, no entanto, vamos entender sobre o papel das principais personagens que estão envolvidas nessa indústria. Vamos lá?

Fundos de Investimento: Principais Personagens

Cotista

O cotista nada mais é do que é o investidor.

Quando uma pessoa física ou jurídica aplica seu dinheiro em um fundo, ela não recebe em troca os ativos que estão no fundo.

Por exemplo: se você investe em um fundo de ações, não vai receber ações em troca da sua aplicação. Você recebe, na verdade, cotas do fundo, proporcionais ao valor que você investiu.

As cotas representam o direito que você tem sobre um pedaço dos ativos que estão no fundo. Mas os ativos em si ficam sob a propriedade fiduciária do administrador do fundo. Ou seja, é o fundo que negocia os ativos, mas em benefício dos cotistas.

Administrador

Já que falamos em administrador do fundo, vamos apresentar esse próximo personagem.

O administrador é o responsável por todas as obrigações administrativas, legais e operacionais dos fundos de investimento.

Por exemplo: o administrador é quem cobra a taxa de administração dos cotistas, para depois pagar todas as despesas do fundo, incluindo a remuneração dele próprio e do gestor. O administrador também é o responsável por pagar os tributos do fundo. Além disso, é ele também que se encarrega de todo o relacionamento com o cotista, enviando comunicações relevantes sobre os fundos de investimento.

Ah, e mais uma informação importante sobre o administrador: ele é o responsável pelo fundo perante o cotista. Portanto, se o investidor quiser reclamar com alguém ou questionar alguém judicialmente, ele direcionará essas manifestações ao administrador.

Gestor

O terceiro personagem importante é o gestor.

Esse profissional (e vale uma observação aqui: pode ser uma equipe de vários profissionais envolvidos na gestão do fundo) é responsável pela escolha e pela negociação dos ativos que vão compor a carteira dos fundos de investimento. Ele tem liberdade de atuação, desde que respeite tanto a classificação do fundo quanto a política de investimentos que foi elaborada para ser seguida pelo fundo.

Instituição Custodiante

A gente tem ainda como personagem importante a instituição custodiante, que é a responsável pelo registro, liquidação e exercício dos direitos e obrigações dos ativos que compõem a carteira do fundo.

Instituição Distribuidora

Finalmente, temos a instituição distribuidora, que é quem capta os recursos dos investidores no fundo. O distribuidor atua como agente comercial. Ou seja, ele apresenta e recomenda fundos de investimento aos clientes de acordo com os perfis de investidor de cada um deles.

É isso aí, pessoal. Esses são os personagens principais da indústria de fundos.

Na nossa próxima conversa, falaremos dos tipos de gestão de fundos de investimento.

Já conhece o nosso canal no Youtube?

Lá, além de muitos conteúdos atuais, você terá acesso às Resoluções de Exercícios e Simulados para ficar craque nos principais conceitos cobrados nas provas de certificações. Clique aqui para ser redirecionado. Aproveita e já se inscreve, combinado?

Eduardo Tavares

Sou sócio-fundador do Mundo Financeiro, especialista em Design Instrucional. Além disso, sou professor de Finanças na FIA Business School. Fiz graduação em jornalismo na ECA-USP, e pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking na FIA. Como jornalista, trabalhei com cobertura de Finanças e Economia nos sites Exame.com, Infomoney e no blog de Finanças do Ângelo Pavini.

Ver todos os posts

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eduardo Tavares

Sou sócio-fundador do Mundo Financeiro, especialista em Design Instrucional. Além disso, sou professor de Finanças na FIA Business School. Fiz graduação em jornalismo na ECA-USP, e pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking na FIA. Como jornalista, trabalhei com cobertura de Finanças e Economia nos sites Exame.com, Infomoney e no blog de Finanças do Ângelo Pavini.

Fale agora via WhatsApp whatsapp